Negócios

Atriz Emma Watson entra para o conselho de administração da dona da Gucci

Atriz agora faz parte do conselho de administração da Kering, uma das maiores empresas de luxo do mundo, dona da Gucci, Balenciaga e outras

Emma Watson: atriz fará parte do conselho de administração de uma das maiores empresas de luxo do mundo (Taylor Hill/WireImage/Getty Images)

Emma Watson: atriz fará parte do conselho de administração de uma das maiores empresas de luxo do mundo (Taylor Hill/WireImage/Getty Images)

Mariana Desidério

Mariana Desidério

Publicado em 17 de junho de 2020 às 12h48.

Última atualização em 17 de junho de 2020 às 12h57.

A atriz e ativista Emma Watson passou a fazer parte do conselho de administração de uma das maiores empresas de luxo do mundo, a Kering, dona de marcas com Gucci, Balenciaga, Saint Laurent e Alexander McQueen. A atriz também fará parte do comitê de sustentabilidade do conselho.

"Watson trará ao conselho seu comprometimento com o desenvolvimento sustentável e questões ligadas às mulheres”, disse a empresa.

Com receita de 16 bilhões de euros em 2019, a Kering tem aumentado sua atenção à sustentabilidade nos últimos. Sua estratégia de sustentabilidade para 2025 inclui reduzir o impacto da companhia no meio ambiente em 40%. A empresa tem 38.000 funcionários pelo mundo.

Além da atriz, a empresa também trouxe para o conselho a executiva Jean Liu, presidente da companhia chinesa de mobilidade Didi Chuxing, dona do aplicativo 99, e Tidjane Thiam, ex-presidente do Credit Suisse, nascido na Costa do Marfim e que passou a atuar recentemente no auxílio à União Africana no combate à covid-19.

Conhecida por seu papel como Hermione GRanger na série de filmes Harry Potter, Emma Watson tem se destacado por seu ativismo, que inclui a mobilização por uma moda mais sustentável. Em 2016, a atriz usou um vestido da Calvin Klein feito com garrafas de plástico recicladas em evento anual promovido pelo Met (Metropolitan Museum of Art ), em Nova York.

Ela também faz parte do Conselho pela Equidade de Gênero que assessora o G7, clube das sete maiores economias do mundo, e foi indicada em 2014 como embaixadora da Boa Vontade da ONU Mulheres.

Acompanhe tudo sobre:GucciLuxo

Mais de Negócios

Não deixe o medo te parar: aula gratuita revela segredo para abrir um negócio mesmo sem experiência

Ex-executivo do Safra, hoje ele fatura R$ 14 milhões empreendendo no mercado de implante capilar

Conheça o instituto que viabiliza projetos sociais em diferentes regiões do Brasil

Ajuda da Renner ao RS terá impacto de R$ 50 milhões, diz CEO. O próximo passo: uma coleção especial

Mais na Exame