Negócios

Apple gastará 1,7 bi de euros em novos data centers na Europa

Com uso de energia renovável, centros devem gerar centenas de empregos e iniciar atividades em 2017


	Tim Cook, CEO da Apple: "esse significativo novo investimento representa o maior projeto da Apple na Europa até agora"
 (Reuters)

Tim Cook, CEO da Apple: "esse significativo novo investimento representa o maior projeto da Apple na Europa até agora" (Reuters)

DR

Da Redação

Publicado em 23 de fevereiro de 2015 às 09h25.

A Apple anunciou que gastará 1,7 bilhão de euros (1,9 bilhão de dólares) para construir dois data centers na Europa que funcionarão inteiramente com energia renovável e criarão centenas de empregos.

A companhia disse que os centros, na Irlanda e na Dinamarca, serão usados para mover os serviços online da Apple, incluindo iTunes Store, App Store, iMessage, Maps e Siri para consumidores na Europa.

O investimento deve ser dividido igualmente entre os dois países, com o governo irlandês confirmando que 850 milhões de euros serão gastos na Irlanda. Os dois centros devem iniciar as operações em 2017.

"Esse significativo novo investimento representa o maior projeto da Apple na Europa até agora", disse o presidente-executivo da Apple, Tim Cook, em comunicado.

"Estamos animados por estar ampliando nossas operações, criando centenas de empregos locais e introduzindo alguns de nossos projetos de construções 'verdes' mais avançados até hoje", acrescentou.

Acompanhe tudo sobre:AppleData centerEmpresasEmpresas americanasempresas-de-tecnologiaInvestimentos de empresasTecnologia da informação

Mais de Negócios

Após anúncio de parceria com Aliexpress, Magalu quer trazer mais produtos dos Estados Unidos

De entregadores a donos de fábrica: irmãos faturam R$ 3 milhões com pão de queijo mineiro

Como um adolescente de 17 anos transformou um empréstimo de US$ 1 mil em uma franquia bilionária

Um acordo de R$ 110 milhões em Bauru: sócios da Ikatec compram participação em empresa de tecnologia

Mais na Exame