Apple anunciou que vai reabrir mais 75 lojas nesta semana

A fabricante do iPhone fechou todos os seus estabelecimentos fora da China em março, como medida para conter o avanço do novo coronavírus

A Apple informou nesta terça-feira que irá reabrir mais 75 de suas lojas nos EUA nesta semana, incluindo alguns estabelecimentos em mercados centrais, como Nova York, Los Angeles e Boston.

A fabricante do iPhone fechou todos os seus estabelecimentos fora da China em março, como medida para conter o avanço do novo coronavírus. Nos EUA, a reabertura começou em maio e, após o movimento desta semana, a maioria das 210 lojas estará em operação.

Algumas das lojas que serão reabertas nesta semana funcionarão apenas para serviços, mas a maior parte vai permitir a entrada de compradores, desde que vestindo máscaras e cumprindo outras medidas de distanciamento social.

Em Nova York, várias lojas, incluindo as da Quinta Avenida, SoHo e Grand Central Station, apenas aceitarão clientes com horário agendado, informou a Apple.

“Todas as lojas continuam praticando medidas adicionais para a saúde dos funcionários e consumidores, incluindo a checagem de temperatura, máscaras faciais e distanciamento social”, afirmou a companhia, em comunicado.

Também serão reabertas nesta semana lojas na Pensilvânia, New Hampshire, Indiana, Delaware, Michigan, Mississippi, Connecticut, Louisiana, Nova Jersey e em outras regiões da Califórnia.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.