Aos 24, ela ganha US$ 8 mil por mês trabalhando poucas horas por dia

Depois de perder o emprego na pandemia, Shannon Smith começou a trabalhar nas redes sociais com marketing digital
 (Redes Sociais/Reprodução)
(Redes Sociais/Reprodução)
Por Isabela RovarotoPublicado em 15/06/2022 10:12 | Última atualização em 15/06/2022 10:49Tempo de Leitura: 4 min de leitura

Muitas pessoas no mundo todo perderam o emprego durante a pandemia. Entre elas, está a americana Shannon Smith, que trabalhava como garçonete. Aos 24 anos, ela começou a trabalhar nas redes sociais e hoje fatura US$ 8 mil, cerca de R$ 41 mil, com marketing digital.

Assine a EMPREENDA e receba, gratuitamente, uma série de conteúdos que vão te ajudar a impulsionar o seu negócio

Tudo começou em julho de 2021, quando Shannon Smith decidiu usar o TikTok e o Instagram para divulgar cursos online. Em outubro, ela já tinha mais de 40 mil seguidores no TikTok e, desde então, diz ganhar US$ 8 mil por mês com marketing de afiliados e assinaturas do seu conteúdo educacional. Agora, ela afirma dedicar apenas duas horas por dia ao trabalho, com foco nas redes sociais.

Em publicação da CNBC, a jovem de 24 anos deu algumas dicas de como economizar tempo trabalhando na internet:

Automatize seu negócio

Para obter renda passiva, configure sistemas automáticos no início do seu negócio. Isso vai economizar tempo, porque as tarefas essenciais estarão no piloto automático.

  • Produto com pouca manutenção

Quando trabalhava como personal trainer, a empreendedora percebeu que vendia o seu tempo por dinheiro. Para conseguir renda passiva, ela entendeu que precisava oferecer um produto que não demandasse tanta energia para criar e oferecer.

"O objetivo deve ser criar um produto perene e vendê-lo por um longo tempo, com pouca manutenção. Alguns exemplos são cursos online e assinaturas para comunidades virtuais", aconselha.

  • Funil de venda automático

Funil de vendas é o termo usado para explicar o processo que um cliente vivencia antes de fazer uma compra.

No caso de Smith, os consumidores chegam pelas redes sociais e se inscrevem no seu mailing para receber ofertas de produtos.

Existem softwares para essa automatização. Os clientes da empreendedora são adicionados automaticamente e apresentados aos produtos que ela oferta.

  • Resposta automática de e-mail

Baseada em pesquisa de Dr. Jeffrey Lant, a “regra dos sete” afirma que é preciso contatar um possível cliente sete vezes por 18 meses antes que ele se sinta pronto para fazer uma compra.

Smith alerta que com a alta quantidade de anúncios na internet, é preciso contatar seus possíveis clientes ainda mais vezes para se destacar entre a competição. Para isso, ela programa e-mails diários para os clientes em potencial que ainda não compraram seus produtos.

VEJA TAMBÉM: Meta oferece treinamentos gratuitos para impulsionar empreendedores LGBTQIA+

Não tente reinventar a roda

Depois de conseguir muitos seguidores em pouco tempo, a empreendedora percebeu que a chave para se tornar viral e crescer a audiência é estudar o que está dando certo para os outros.

"Ser original é importante, mas é necessário publicar conteúdo que os clientes já gostem de acompanhar", afirma.

  • Estude outras pessoas do seu nicho

"Se você vende produtos de bem-estar, por exemplo, existe um assunto em alta que você pode abordar ou perguntas que as pessoas sempre fazem na seção de comentários que você pode responder? Use esses insights para definir sua mensagem ou quais informações e conselhos você vai compartilhar".

  • Atenção aos formatos usados

"Anote quais formatos estão funcionando com os concorrentes e pense em maneiras de fazer algo semelhante".

  • Use hashtags e músicas que estão em alta

"Use músicas e hashtags que estão em alta na plataforma que você está trabalhando. Adicione esses elementos ao formato que você quer usar para levar sua mensagem ao maior número possível de pessoas".

VEJA TAMBÉM: Startup quer impulsionar PMEs no Brasil com crédito para clientes sem cartão

Resolva um problema

O objetivo principal de qualquer negócio é vender um produto ou serviço, mas o que leva as pessoas a comprarem algo é a vontade de solucionar um problema.

"Você deve destacar como o seu produto pode resolver os problemas e necessidades do cliente, ajudando o público a conquistar seus objetivos", explica.

Interação com o público

Criar conexão com a sua audiência é importante. Conforme as pessoas te conhecem melhor, elas conseguem confiar mais no que você diz e no que você oferece.

Smith engaja sua audiência respondendo comentários, mensagens e fazendo lives no Instagram e no TikTok. Desta forma, ela constrói conexões pessoais por meio de conversas.

Seja seletivo

Smith dá dicas para quem quer trabalhar com marketing de afiliados:

  • Alta procura

Quanto mais pessoas quiserem promover aquele produto, maior a chance de ele ser bom.

  • Baixa taxa de reembolso

Evite produtos com alta taxa de reembolso, isso quer dizer que muitas pessoas ficaram insatisfeitas com o produto, o que pode diminuir a confiança do público em você.

  • Assinaturas recorrentes

Os produtos vendidos por assinatura são bons porque geram comissão com frequência.

VEJA TAMBÉM:

Mercado Livre dos produtores rurais, startup Clicampo capta R$ 40 milhões

Kavak, startup de venda de carros usados, demite 150 funcionários no Brasil

Forever 21 faz liquidação e deve fechar lojas no Brasil