Amigos criam franquia de odontologia e faturam R$ 323,7 milhões

Fundada em 2002, a OrthoDontic já atendeu mais de sete milhões de pessoas
Orthodontic: Edilson Pelarigo, Edimilson Pelarigo, Ana Lúcia Massi, Fernando Massi e Claudia Consalter (OrthoDontic/Divulgação)
Orthodontic: Edilson Pelarigo, Edimilson Pelarigo, Ana Lúcia Massi, Fernando Massi e Claudia Consalter (OrthoDontic/Divulgação)
I
Isabela RovarotoPublicado em 24/08/2022 às 09:35.

A OrthoDontic é a maior rede de ortodontia do Brasil. Fundada em 2002, a rede de franquias criada por cinco amigos em Londrina, no Paraná, já atendeu mais de sete milhões de pessoas, tem 300 unidades e faturou R$ 323,7 milhões em 2021. Para esse ano, a expectativa é abrir mais 100 unidades e faturar R$ 355 milhões. A meta é alcançar 600 unidades até 2025.

Quer saber como impulsionar o seu negócio? Assine a EMPREENDA, a newsletter para quem faz acontecer nas empresas brasileiras

Os dentistas Fernando Massi, Ana Lúcia Massi, Claudia Consalter, Edmilson Pelarigo e Edilson Pelarigo se conheceram durante a graduação na Universidade Estadual de Londrina e tinham em comum a vontade de ir além dos consultórios particulares.

Eles começaram com uma clínica pequena no Paraná e entraram no franchising em março de 2004. O objetivo, além de aumentar o número de pacientes, era oferecer preços diferenciados por meio de um plano que garantisse acesso a tratamentos de qualidade.

“Todos nós tínhamos uma inquietação criativa e empreendedora muito forte. Nós queríamos ir além do modelo de atuação que é apresentado na faculdade e, quando percebemos que o mercado tinha um potencial enorme para ser explorado, decidimos nos juntar para fazer a diferença", conta o sócio Fernando Massi.

A rede trabalha com planos de assinatura a partir de R$ 80 mensais para tratamento ortodônt que inclui exames prévios, aparelho e manutenção. Os tratamentos ortodônticos correspondem a 80% dos serviços prestados.

66 franquias baratas para empreender a partir de R$ 6 mil em 2022

O setor

A preocupação crescente do brasileiro em relação à saúde bucal explica a expansão das redes odontológicas privadas, que movimentam anualmente em torno de R$ 38 bilhões. De acordo com pesquisa do Conselho Federal de Odontologia (CFO), nove a cada 10 brasileiros acreditam ser muito importante ir ao dentista com regularidade. Entre os entrevistados, 72% garantiram realizar consultas ao menos anualmente.

No segmento de franchising, as franquias de saúde, beleza e bem-estar estão as que mais cresceram no País em 2021 (10,5%), atrás apenas do setor de casa e construção (19,3%).

A franquia

Para ser franqueado, não é necessário ser dentista. A unidade padrão conta com cinco cadeiras odontológicas, tem cinco funcionários e dois dentistas, e pode atender 2 mil pacientes por mês. O investimento inicial é de R$ 495 mil e o prazo de retorno médio é de 24 meses.

Orthodontic

  • Investimento inicial: R$ 495 mil
  • Capital de giro: R$ 135 mil
  • Taxa de instalação: R$ 315 mil
  • Taxa de franquia: R$ 45 mil
  • Faturamento médio mensal da unidade: R$ 236 mil
  • Lucro médio mensal da unidade: R$ 47 mil (20 a 25%)
  • Rentabilidade: entre 20% e 25% sobre o faturamento médio mensal

VEJA TAMBÉM:

De Maceió para o mundo: franquia de açaí fatura R$ 180 milhões e está em nove países

Amor à retomada: em expansão, Amor aos Pedaços já projeta alta de 20% na receita

Omnichannel: saiba o que é e como adotar estratégia na sua franquia