AkzoNobel investirá 80 mi de euros em fábrica no Brasil

A fábrica, operada pela divisão de químicos para celulose e papel da empresa, a Eka Chemicals, abastecerá a fábrica da Suzano Papel e Celulose no Maranhão

Amsterdã - A empresa holandesa do setor químico AkzoNobel vai investir 80 milhões de euros (R$ 183,5 milhões) na construção de uma nova fábrica de celulose no Brasil. A fábrica, operada pela divisão de químicos para celulose e papel da empresa, a Eka Chemicals, abastecerá a fábrica da Suzano Papel e Celulose no Maranhão. A AkzoNobel destacou que esse é o segundo maior investimento da empresa no Brasil nos últimos 12 meses.

O investimento vai envolver abastecimento, estocagem e manejo de todos os produtos químicos para a fábrica de 1,5 milhão de toneladas por ano, que está sendo construída em Imperatriz e deve começar a operar no último trimestre de 2013.

Atualmente a AkzoNobel emprega mais de 2,7 mil pessoas no Brasil e em 2010 a receita da empresa totalizou quase 850 milhões de euros. A maioria da receita é gerada pela demanda local. A ambição da AkzoNobel é atingir receita 1,5 bilhão de euros no Brasil até 2015. As informações são da Dow Jones.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.