Air France-KLM: perda recorde de mais de 1,5 bi de euros

Perda líquida foi a maior desde 2004

Paris - A companhia aérea Air France-KLM anunciou nesta quarta-feira uma perda líquida de 1,55 bilhão de euros no exercício 2009/10 - a pior desde o nascimento do grupo em 2004, da fusão das antigas empresas nacionais francesa e holandesa.

O prejuízo no exercício concluído em 31 de março ultrapassou, também, o registrado no período anterior (811 milhões de euros), quando o tráfego sofreu uma forte baixa.

"O ano 2009-10 permanecerá como nosso +annus horribilis+", comentou o diretor geral do grupo franco-holandês, Pierre-Henri Gourgeon, referindo-se não apenas aos resultados, mas também ao acidente com um Airbus A330 da Air France no dia 1º de junho entre o Rio de Janeiro e Paris, no qual morrreram 228 pessoas.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.