A máscara de US$ 1 milhão que pode acabar com a pandemia

Para levar o dinheiro, máscara precisa atender a ao menos cinco das dez principais razões que levam pessoas a não usarem o acessório; veja quais são elas:

A XPrize, uma fundação que promove concursos para responder a problemas mundiais, criou uma competição para engajar jovens na busca de soluções para a pandemia do novo coronavírus. O concurso lançado essa semana promete pagar 1 milhão de dólares a jovens entre 15 e 24 anos que proponham uma máscara facial que caia no gosto do público.

O desafio é financiado pelo empresário Marc Benioff, criador da Salesforce, e pelo apresentador Jim Cramer, da rede americana de televisão CNBC. Jovens de qualquer país podem participar. Três projetos serão selecionados por um grupo de especialistas. O prêmio de 1 milhão de dólares será dividido entre eles. As máscaras vencedoras serão então enviadas a fabricantes para a produção em escala.

Para passar no teste, as máscaras precisam ter filtragem com eficiência equivalente à das máscaras cirúrgicas e responder a pelo menos cinco das dez principais razões que levam as pessoas a não usarem máscara, levantadas por uma pesquisa realizada pela organização do prêmio. Além de terem um fator de estilo extra que ajude a promover o uso do acessório.

De acordo com a pesquisa, os principais motivos que levam à não utilização da máscara são: embaça os óculos; é muito quente; é desconfortável; causa dificuldade para respirar; torna as conversas difíceis; não é possível usar enquanto faz exercícios; causa dor e não se encaixa adequadamente; bloqueia as expressões faciais; não permite comer ou beber; não são ecológicas; são feias, são difíceis de comprar.

Benioff comentou o assunto em seu perfil no Twitter. “Se todos nós usássemos máscaras por apenas três semanas, o vírus seria totalmente extinto. O que está nos impedindo de criar uma cultura que incentive o uso desse protetor nos EUA, como já acontece no Japão? Se você resolver esse quebra-cabeça, pode ganhar US$ 1 milhão”, escreveu.

Estamos vivendo uma crise dentro da crise. Estudos mostram que as máscaras são efetivas em reduzir e prevenir a disseminação da covid-19. Ainda assim, enquanto os casos aumentam, um grande número de pessoas ainda não adotou essa medida preventiva”, disse Peter Diamandis, fundador a XPrize.

Interessados devem enviar o projeto da máscara até o dia 22 de outubro de 2020. Os vencedores serão anunciados em fevereiro de 2021. Veja mais detalhes sobre o concurso aqui.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.