Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

5 motivos que fizeram a TAM sair do vermelho no 2º trimestre

Companhia reverteu prejuízo de R$ 175,5 milhões registrado um ano antes e somou lucro de R$ 60 milhões

São Paulo - A TAM conseguiu, no segundo trimestre, reverter o prejuízo de 175,5 milhões de reais acumulado no segundo trimestre do ano passado e registrou lucro líquido de 60,3 milhões de reais no mesmo período de 2011.

A companhia se diz satisfeita com os resultados do período. Segundo Líbano Barroso, CEO da TAM Linhas Aéreas, ao longo do primeiro semestre todas as estimativas da companhia já foram alcançadas.

"Acreditamos que a demanda continuará aquecida entre 15% e 18% e esperamos crescer entre 10% e 13%, tanto no mercado doméstico como no internacional", afirmou o executivo, nesta quarta-feira (10/8), em teleconferência com analistas.

Veja a seguir cinco motivos que sustentaram os resultados positivos da TAM no segundo trimestre de 2011

1- Diversificação da receita
Uma das estratégias utilizada pela TAM para ampliar a receita é a diversificação dos serviços oferecidos, como TAM Viagens e o Multiplus, braço da companhia que atua no segmento de programa de fidelidade, que no período apresentou faturamento de 285,1 milhões de reais, crescimento de 285%.   

2 - Aumento do número de passageiros transportados
O número de passageiros transportados no trimestre pela TAM somou 9,6 milhões. O montante é quase 25% maior na comparação com o mesmo período do ano anterior.  A demanda da TAM também cresceu 26,6.


3 - Faturamento maior com operação internacional
A receita com as operações internacionais da companhia também cresceram no período. O faturamento de passageiros apresentou alta de 18,2%, somando 865,4 milhões de reais. A taxa de ocupação aumentou 5,5 pontos percentuais para 81,4% no segundo trimestre do ano.

4 - Apreciação do real em relação dólar
A valorização do real em relação a moeda americana tem favorecido alguns setores da TAM e reduzindo os gastos. O segmento de manutenção da companhia, por exemplo, apresentou redução de 27,7% no período, atingindo 124,5 milhões de reais. Os gastos com combustíveis também foram impactados.

5 - Crescimento da taxa de ocupação
A taxa de ocupação total da TAM no período chegou a 73,9%, combinando os mercados doméstico e internacional. Esse patamar equivale um aumento de 6,8 pontos percentuais na comparação com o mesmo período de 2010.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também