Vulcão provoca tsunami em Tonga, no Pacífico, e gera alerta; veja vídeo

Alertas de ondas gigantes após a erupção do vulcão Hunga Tonga-Hunga Ha'apai foram emitidos para Fiji, Austrália e Samoa Americana
 (Reprodução/Reprodução)
(Reprodução/Reprodução)
D
Da Redação

Publicado em 15/01/2022 às 10:32.

Última atualização em 15/01/2022 às 15:58.

A erupção do vulcão submarino Hunga Tonga-Hunga Ha'apai, que fica a cerca de 30 km de Tonga, no Oceano Pacífico, gerou ondas de 1,2 metros de alturas que foram suficientes para inundar a capital do país. Como foram geradas por um erupção, são consideradas tsunamis.

A erupção aconteceu no começo deste sábado, 15, e provocou alertas de ondas gigantes também em Fiji, Samoa Americana e partes da Austrália.

Imagens de vídeo mostram ondas passando por casas, propriedades e uma igreja em Tonga - mas ainda não há informações sobre feridos ou mortes.

Informações da imprensa da Nova Zelândia afirmam que as cinzas do vulcão estão caindo sobre a capital do país Nuku'alofa.

Imagens de satélite mostram o quão abrupta foi a erupção.

Relatos de Fiji e da Nova Zelândia publicados em redes sociais afirmam que o som da explosão foi ouvido nesses país, que estão a mais de 800 quilômetros da ilha vulcânica.

O vulcão Hunga Tonga-Hunga Ha'apai é submarino e expeliu cinzas a uma altidude de 17 quilômetros. Segundo o jornal New Zeland Herald, geólogas do arquipélago de Tonga estavam observando o vuclão nos últimas, que já registrava alguma atividade.

A agência meteorológica do Japão também registrou uma ondas no país. De acordo com o boletim, o tsunami, de 1,2 metro, atingiu a ilha de Amami, ao sul, enquanto um tsunami menor amplitude podia ser observado em outras partes do litoral do país.

As costas orientais da ilha de Hokkaido, assim como as regiões de Kochi e Wakayama, também foram atingidas pelo tsunami de até 0,9 metros pouco depois da meia-noite, no horário local.

(Com informações da AFP)