Mundo

Vulcão de Fogo da Guatemala tem forte explosão acompanhada de avalanches

Além disso, apresenta ondas de choque e expulsa "material incandescente abundante" a 4,8 mil metros de altura

Guatemala: explosão é a mais forte registrada nas últimas seis semanas (Carlos Jasso/Reuters)

Guatemala: explosão é a mais forte registrada nas últimas seis semanas (Carlos Jasso/Reuters)

E

EFE

Publicado em 9 de agosto de 2018 às 09h26.

Última atualização em 9 de agosto de 2018 às 09h27.

Cidade da Guatemala - O Vulcão de Fogo da Guatemala, que no dia 3 de junho teve uma erupção que causou pelo menos 165 mortes, registrou nesta quinta-feira uma "forte" explosão acompanhada de avalanches "ao redor da cratera".

O Instituto Nacional de Sismologia, Vulcanologia, Meteorologia e Hidrologia indicou em um boletim especial que o vulcão experimentou esta atividade, a mais forte das últimas seis semanas, por volta das 21h20 (hora local) de quarta-feira.

Além disso, apresenta retombos, ondas de choque e expulsa "material incandescente abundante" a 4,8 mil metros de altura, levantando também uma coluna de cinza que se desloca para 12 quilômetros na direção oeste e que pode provocar a queda de partículas finas em aldeias como San Pedro Yepocapa.

"Esta explosão é a mais forte registrada nas últimas seis semanas e pode ser o início de mais uma etapa de atividade", advertiu.

Já o porta-voz da porta-voz da Coordenação Nacional para a Redução de Desastres da Guatemala (Conred), David De León, explicou que devido a esta situação é possível "escutar retombos" e acrescentou que segue a vigilância nas comunidades vizinhas.

A última erupção do Vulcão de Fogo, uma das mais fortes de toda a história, deixou 165 mortos, 260 desaparecidos e quase dois milhões de afetados, alguns dos quais perderam tudo.

Acompanhe tudo sobre:Desastres naturaisGuatemalaVulcões

Mais de Mundo

Legisladores democratas aumentam pressão para que Biden desista da reeleição

Entenda como seria o processo para substituir Joe Biden como candidato democrata

Chefe de campanha admite que Biden perdeu apoio, mas que continuará na disputa eleitoral

Biden anuncia que retomará seus eventos de campanha na próxima semana

Mais na Exame