Volta ao passado: com crise energética, Alemanha prioriza transporte de carvão em vez de pessoas

Segundo jornal alemão, há pressão crescente para acelerar o deslocamento de combustível via ferrovia diante de redução de fornecimento por parte da Rússia
Alemanha: crise energética faz com que país priorize transporte de carvão em vez de pessoas (picture alliance / Colaborador/Getty Images)
Alemanha: crise energética faz com que país priorize transporte de carvão em vez de pessoas (picture alliance / Colaborador/Getty Images)
A
Agência O GloboPublicado em 22/08/2022 às 06:51.

A Alemanha planeja dar prioridade aos trens de carvão em detrimento dos serviços de passageiros em sua rede ferroviária, informou o jornal Welt am Sonntag, citando uma proposta preliminar. A iniciativa ocorre, pois o país enfrenta uma crise de energia que ameaça a economia.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso. Tudo por menos de R$ 0,37/dia.

A prioridade é normalmente dada ao transporte de passageiros na Alemanha, e os horários são orientados para isso. Como resultado, existe o risco de caos nos trilhos ao fazer a mudança, de acordo com o rascunho.

A Alemanha enfrenta uma crise energética histórica, que alimentou a inflação e colocou o país à beira de uma recessão. A Rússia cortou drasticamente os fluxos de gás natural no principal oleoduto Nord Stream 1 em meio à guerra na Ucrânia. E o clima quente e seco prejudicou o transporte de combustível pelos principais rios da Europa.

É provável que a iniciativa seja aprovada imediatamente, pois há uma pressão crescente para acelerar o transporte de combustível via ferrovia, informou Welt am Sonntag.

A Alemanha também precisa melhorar o transporte de carvão para avançar com seus planos de reabrir usinas de energia para aumentar a segurança energética.