Vídeo de Ai Weiwei sobre Gangnam Style é bloqueado na China

O órgão regulador da internet na China bloqueou nesta quinta-feira a paródia do sucesso viral do artista sul-coreano Psy

Pequim – O órgão regulador da internet na China bloqueou nesta quinta-feira a versão do vídeo viral “Gangnam Style” realizada pelo artista dissidente Ai Weiwei, cujo objetivo era atacar os esforços do governo em silenciar seu ativismo.

O vídeo musical de 4 minutos, paródia do sucesso viral do artista sul-coreano Psy, podia ser visto no site Tuduo chinês na quarta-feira, mas foi removido da internet pelos censores oficiais, informou Ai em seu microblog.

A paródia, no entanto, ainda pode ser vista fora da China no YouTube, que se encontra bloqueado no país.

No ano passado, Ai, 55 anos, ficou 81 dias preso. Ele está sendo oficialmente investigado por sonegação de impostos e envolvimento com pornografia na internet.

Psy, 34 anos e cujo nome real é Park Jae-Sang, virou astro internacional quando seu vídeo “Gangnam Style” – uma ode techno aos novos ricos de Seul – virou um fenômeno viral no YouTube, com mais de 530 milhões de acessos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.