Venezuela raciona oferta de diesel a caminhoneiros em meio a piora da escassez do combustível

A falta de diesel acontece após o país sofrer com a escassez de gasolina em 2020, levando Nicolás Maduro a cortar os antigos subsídios e importar gasolina do Irã

A petroleira estatal venezuelana Petroleos de Venezuela começou a racionar diesel a caminhoneiros, disseram à Reuters quatro fontes do setor de transportes, uma vez que a baixa produção de refino doméstico e a escassez de importações em meio à sanções dos Estados Unidos prejudicam a oferta.

Caminhoneiros frustrados bloquearam uma estrada no Estado central de Maracay em protesto pela escassez na sexta-feira mostraram imagens de mídias sociais. Grupos industriais disseram que o racionamento sem precedentes provocará atrasos na entrega de produtos a mercados no país, que enfrenta uma prolongada crise econômica.

A falta de diesel acontece após o país sofrer com a escassez de gasolina em 2020, levando o presidente Nicolás Maduro a cortar os antigos subsídios e importar gasolina do Irã. O diesel ainda é distribuído aos caminhoneiros de forma gratuita.

A medida deixou para trás décadas de preços congelados que haviam transformado a Venezuela no país com a gasolina mais barata do mundo.

"Estamos falando de uma dificuldade sem paralelo nos últimos tempos", disse Jesús Rodríguez, presidente da câmara de comércio da cidade de Puerto Cabello, sede do maior porto de contêineres da Venezuela.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.