Vazamento tóxico na Hungria já matou 9

Maior acidente químico da história do país também deixou 150 pessoas feridas

Budapeste - O número de mortos em consequência da lama tóxica na Hungria subiu a nove nesta quarta-feira, com o falecimento de um idoso que não resistiu aos ferimentos no hospital em que estava internado.

O acidente químico mais grave da história da Hungria também deixou 150 pessoas feridas, das quais 45 permanecem hospitalizadas, uma delas em estado grave.

Leia mais notícias sobre poluição

Siga as notícias do site EXAME sobre Meio Ambiente e Energia no Twitter

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.