A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Uruguai vai fechar fronteiras para conter novo surto do coronavírus

Com aumento de casos no Brasil e na Argentina, país adota novas medidas para proteger a população local; regra vale até o dia 10 de janeiro

O governo uruguaio informou que as fronteiras do país, inclusive com o Brasil, vão fechar a partir do próximo dia 21 e deverão reabrir em 10 de janeiro. A medida foi tomada devido ao aumento no número de casos no Uruguai e nos países vizinhos. O Brasil registrou mais de 70.000 novos casos nesta quarta-feira, dia 16, 70% mais do que há duas semanas.

O presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, informou que tanto as fronteiras terrestres como as aéreas serão fechadas. De acordo com Pou, a incidência do coronavírus no pais é menor do que em outros países, mas vem experimentando um crescimento.

Entre terça e quarta-feira, dia 16, foram registradas 476 novas infecções, o maior número desde março. Pode até parecer pouco, mas o Uruguai é um país com apenas 3,4 milhões de habitantes. Já existem mais de 10.000 pessoas infectadas no país.

Caso a tendência de alta não mude, o Uruguai deverá adotar medidas mais restritivas a partir do dia 26 deste mês.

A Argentina, com 44 milhões de habitantes, registra mais de 1,5 milhão de casos de covid e 41.000 mortes. O Brasil superou a marca de 7 milhões de infecções pelo coronavírus.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também