• AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
  • AALR3 R$ 20,20 -0.49
  • AAPL34 R$ 66,78 -0.79
  • ABCB4 R$ 16,69 -3.75
  • ABEV3 R$ 13,98 -1.13
  • AERI3 R$ 3,67 -0.81
  • AESB3 R$ 10,70 0.00
  • AGRO3 R$ 30,74 -0.32
  • ALPA4 R$ 20,46 -1.35
  • ALSO3 R$ 18,92 -0.94
  • ALUP11 R$ 26,83 0.86
  • AMAR3 R$ 2,41 -1.23
  • AMBP3 R$ 29,84 -2.29
  • AMER3 R$ 23,45 1.56
  • AMZO34 R$ 66,86 -0.09
  • ANIM3 R$ 5,36 -2.72
  • ARZZ3 R$ 81,01 -0.23
  • ASAI3 R$ 15,95 3.24
  • AZUL4 R$ 20,93 -1.46
  • B3SA3 R$ 12,13 2.71
  • BBAS3 R$ 37,15 4.06
Abra sua conta no BTG

Unicef denuncia EUA por separarem famílias de imigrantes

Nas últimas seis semanas, cerca de 2 mil crianças foram separadas de seus pais ao tentarem entrar de forma ilegal nos Estados Unidos
 (Reuters/Mike Blake)
(Reuters/Mike Blake)
Por EFEPublicado em 19/06/2018 10:53 | Última atualização em 19/06/2018 10:56Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Genebra - O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) denunciou nesta terça-feira a prática americana de separar crianças imigrantes de seus pais na fronteira com o México e lembrou que em qualquer circunstância os menores de idade devem estar sempre junto às suas famílias.

A diretora-executiva do Unicef, Henrietta Fore, disse hoje em comunicado que "parte o coração ver como crianças, alguns deles bebês, que buscavam refúgio nos Estados Unidos são separados dos seus pais".

Segundo dados oficiais, cerca de 2 mil menores imigrantes foram separados de suas famílias na fronteira com o México em um prazo de seis semanas, devido à política de "tolerância zero" do presidente dos EUA, Donald Trump, contra a imigração ilegal.

"As crianças, sem levar em conta de onde vêm ou qual é seu status migratório, são crianças antes que tudo. Os que não tiveram outra opção a não ser fugir de suas casas têm o direito de ser protegidos, ter acesso aos serviços essenciais e estar com suas famílias, como qualquer outra criança", acrescentou.

Fore insistiu que "a detenção e a separação das famílias são experiências traumáticas que podem expôr estas crianças à exploração e abuso".

O porta-voz do Unicef Christophe Boulierac foi perguntado hoje em entrevista coletiva sobre se a entidade tem acesso ou se a própria Fore ou algum diretor solicitou visitar os centros onde as crianças estão detidas, mas a pergunta não teve resposta.

Nos EUA é crescente a indignação após terem sido divulgadas imagens de menores imigrantes hospedados em armazéns e, em alguns casos, dentro de recintos divididos em celas.

O porta-voz disse que "não é aceitável" ter os menores trancados e separados dos seus pais e ressaltou "que é terrível não ser capaz de consolar e ajudar uma criança, porque as crianças precisam de afeto e carinho".