UE fará lista de paraísos fiscais após Paradise Papers

O vice-presidente da Comissão Europeia expressou esperança de que o Paradise Papers "criará um novo impulso político" para um acordo sobre vendas online

Bruxelas - Os ministros de Finanças da União Europeia estão trabalhando em uma lista negra de paraísos fiscais não cooperativos em meio à crescente preocupação pública sobre a evasiva fiscal de multinacionais e personalidades.

No entanto, os ministros continuam divididos sobre como e onde taxar as empresas que atuam em todo o bloco.

O vice-presidente da Comissão Europeia, Valdis Dombrovskis, afirmou nesta terça-feira que os ministros estão preparando uma "lista negra" de paraísos fiscais fora do bloco e pressionando por sanções para garantir que isso seja "credível e significativo".

Ele também expressou esperança de que o Paradise Papers, vazamentos revelando investimentos em paraísos fiscais, "criará um novo impulso político" para um acordo sobre vendas online.

Países de alta tributação, como a França, pressionaram a criação da lista negra e a repressão a paraísos fiscais. Os países com impostos mais baixos, como a Irlanda e a Holanda, argumentam que isso pode prejudicar a competitividade da Europa.

Fonte: Associated Press.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.