UE certifica que Irlanda está cumprindo plano de resgate

Segundo a Comissão Europeia, o país efetuou "importantes progressos" para voltar a experimentar um "gradual" crescimento econômico

Bruxelas/Dublin - A Comissão Europeia declarou nesta sexta-feira que a Irlanda efetuou "importantes progressos" para voltar a experimentar um "gradual" crescimento econômico e que está cumprindo as condições de seu resgate.

"Estes resultados preparam o caminho para a concessão do próximo lance, de 5,5 bilhões de euros", afirmou em entrevista coletiva concedida em Bruxelas o porta-voz econômico do bloco, Amadeu Altafaj, que explicou que a ajuda será desembolsada em duas parcelas, uma no final de setembro e outra no final de outubro.

O Executivo comunitário acrescentou que as boas notícias vão além, visto que os supervisores internacionais confirmaram também "a volta do crescimento positivo em 2011", impulsionado principalmente pelas exportações.

Quanto às reformas estruturais que a Irlanda está realizando, Bruxelas considerou que também estão indo em boa direção e "contribuirão para melhorar o funcionamento do mercado de trabalho e a criação de emprego".

Estas conclusões foram divulgadas na terceira revisão realizada pela Comissão sobre o estado do programa de ajuda da União Europeia (UE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI) à Irlanda, quantificado em 85 bilhões de euros.

O relatório destaca que o governo de Dublin efetuou "importantes progressos" nas áreas de "consolidação fiscal, reforço do setor financeiro doméstico e reformas estruturais" focadas em melhorar o crescimento econômico.

A Comissão estimou que o Produto Interno Bruto (PIB) irlandês crescerá este ano 0,6%, enquanto em 2012 registrará aumento de 1,9%.

O órgão também destacou os avanços na reestruturação do sistema bancário irlandês, origem da grave crise econômica que o país sofre desde 2008, a fim de transformá-lo em um setor em consonância com o tamanho da economia nacional.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.