Mundo

Ucrânia: É preciso baixar teto contra petróleo a US$ 30 para destruir Rússia

Gabinete do presidente Ucraniano, Volodymyr Zelensky, pediu por um teto mais baixo do que o acordado por membros do G7, União Europeia (UE) e outros países

E

Estadão Conteúdo

Publicado em 3 de dezembro de 2022, 15h15.

O gabinete do presidente Ucraniano, Volodymyr Zelensky, pediu neste sábado por um teto contra petróleo russo mais baixo do que o acordado por membros do G7, União Europeia (UE) e outros países, de US$ 60,00 para US$ 30,00.

Acesse o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Com uma conta gratuita.

Faça parte

"Seria necessário baixá-lo para US$ 30,00 para destruir a economia do inimigo mais rapidamente", escreveu Andriy Yermak, chefe do gabinete de Zelensky, em sua conta no Telegram.

Continua após a publicidade

Yermak também disse que a economia da Rússia ainda será destruída, e que o país pagará e será responsabilizado por todos os crimes. "Eles russos têm muito medo disso, porque sabem que a Ucrânia vai conseguir o que quer", completou, na rede social.

Veja também

Ontem, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou que os membros do G7 e outros países fecharam acordo sobre teto para o petróleo russo. Segundo a secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, a imposição do teto beneficia particularmente países de baixa e média renda.

Para manter o fluxo da commodity em meio a sanções mais duras, as companhias de navegação russa compraram dezenas de navios de petróleo de segunda mão este ano, pagando preços recordes por navios da classe 'ice', que podem navegar nos mares congelados ao redor dos portos bálticos do país durante o inverno.

LEIA TAMBÉM

Continua após a publicidade

Últimas notícias

ver mais

Continua após a publicidade

Brands

ver mais

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais