Uber suspenderá serviço UberPOP não licenciado em Bruxelas

Como ocorre em muitas cidades do mundo, motoristas de táxi protestaram contra a chegada em Bruxelas do UberPOP

BRUXELAS - A Uber Technologies afirmou nesta terça-feira que vai suspender o não licenciado serviço UberPOP em Bruxelas, depois que a Justiça determinou sua interrupção.

Como ocorre em muitas cidades do mundo, motoristas de táxi protestaram contra a chegada em Bruxelas do UberPOP, que é baseado em motoristas não profissionais que usam seus próprios veículos.

Em setembro, um tribunal belga ordenou a interrupção do serviço UberPOP depois de receber queixa do operador de táxis Taxis Verts.

"Apesar de ainda estarmos planejando apelar, uma apelação não vai suspender o veredicto", disse o gerente-geral do Uber na Bélgica, Filip Nuytemans, à Reuters.

A companhia vai agora se concentrar no serviço mais caro UberX, que usa motoristas profissionais licenciados.

O Uber, que tem apoio financeiro de empresas como Goldman Sachs, Google e das companhias de investimentos Benchmark e Kleiner Perkins Caufield & Byers, já viu o UberPOP ser proibido na França, Itália, Espanha e Alemanha.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.