Turquia prende funcionários investigados por tentativa de golpe

Ancara acusa a rede do clérigo que mora nos EUA de orquestrar uma tentativa de golpe de estado em julho do ano passado

A Turquia deteve dezenas de membros dos ministérios de Energia e Educação nesta terça-feira em uma investigação mirando a rede do clérigo que mora nos Estados Unidos acusado por Ancara de orquestrar uma tentativa de golpe em julho do ano passado, informou a mídia estatal.

Aproximadamente 50 mil pessoas foram formalmente presas em casos na Justiça voltados para seguidores do clérigo Fethullah Gulen.

O presidente Tayyip Erdogan, que vai encontrar com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em Washington, nesta terça-feira, está buscando a extradição de Gulen.

Mandados de prisão foram emitidos para 60 funcionários ligados ao Ministério de Energia e 25 membros do Ministério de Educação, e aproximadamente 40 já foram detidos, informou a agência de notícias estatal Anadolu. Muitos dos funcionários já haviam sido dispensados de seus cargos anteriormente.

A Anadolu disse que se acredita que os suspeitos eram usuários do Bylock, um aplicativo de mensagens criptografadas que o governo diz ter sido usado pelos seguidores de Gulen.

Os mandados de prisão vêm após uma corte prender na segunda-feira o editor online do jornal de oposição Cumhuriyet, que está aguardando o julgamento sob a acusação de difundir propaganda terrorista, informou o jornal.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.