Mundo

Tumulto em festa de Halloween deixa 120 mortos na Coreia do Sul

O bairro de Itaewon, em Seul, é conhecido pelas celebrações de Halloween e milhares de pessoas se aglomeraram em suas ruas estreitas, afirmaram as autoridades

Coreia do Sul: O presidente sul-coreano, Yoon Suk-yeol, ordenou o envio de equipes de primeiros socorros ao local e pediu que os hospitais se preparassem para receber os feridos (AFP/AFP)

Coreia do Sul: O presidente sul-coreano, Yoon Suk-yeol, ordenou o envio de equipes de primeiros socorros ao local e pediu que os hospitais se preparassem para receber os feridos (AFP/AFP)

A

AFP

Publicado em 29 de outubro de 2022 às 15h22.

Última atualização em 29 de outubro de 2022 às 15h28.

Cinquenta e nove pessoas morreram e outras 150 ficaram feridas neste sábado, 29, em Seul, a capital da Coreia do Sul, durante as comemorações das festividades de Halloween no bairro de Itaewon, informaram as autoridades locais.

Segundo o oficial do departamento dos bombeiros Choi Sung-bum, pelo menos 120 pessoas morreram. Os relatos apontam que as vítimas tiveram paradas cardíacas e dificuldades respiratórias. O incidente parece ter sido causado por uma debandada devido ao tamanho da multidão. Além dos mortos, há cerca de 100 feridos.

Anteriormente, um agente dos bombeiros contou à AFP que mais de 140 ambulâncias tinham sido enviadas ao local para ajudar as vítimas.

https://twitter.com/allkpop/status/1586375670740832258?s=20&t=-ZKPzfshX2Rf7t-BDRdxTw

O bairro de Itaewon é conhecido pelas celebrações de Halloween e milhares de pessoas se aglomeraram em suas ruas estreitas, afirmaram as autoridades.

O presidente sul-coreano, Yoon Suk-yeol, ordenou o envio de equipes de primeiros socorros ao local e pediu que os hospitais se preparassem para receber os feridos, indicou a Presidência.
Fotos publicadas pela Yonhap mostram mais de dez pessoas estendidas em uma rua isolada por um cordão de segurança, com socorristas atendendo algumas delas.

 

Acompanhe tudo sobre:Coreia do SulHalloween – Dia das BruxasSeul

Mais de Mundo

Fãs de Trump se reúnem em Milwaukee para lhe dar apoio: "precisa saber que é amado"

Biden pede que país 'reduza a temperatura política' e que evite o caminho da violência

Nikki Haley é convidada de última hora como oradora para convenção republicana

FBI crê que atirador que tentou matar Trump agiu sozinho e não pertence a grupo terrorista

Mais na Exame