Trump vai pedir valor menor para financiar muro, dizem autoridades

No ano passado, presidente americano pediu US$ 5 bilhões para construção em fronteira com o México

Washington – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pedirá 2 bilhões de dólares em novo financiamento para a construção de um muro na fronteira no Orçamento de 2021, valor substancialmente menor na comparação com o que ele buscou no ano passado, de acordo com altas autoridades do governo.

O pedido menor, que será anunciado na segunda-feira, mostra que o governo precisa de menos recursos novos para construir o muro ao longo da fronteira com o México, depois de alocar recursos das Forças Armadas para o projeto.

O valor foi anunciado inicialmente pelo Wall Street Journal.

Há um ano, o governo Trump pediu que o Congresso fornecesse 5 bilhões de dólares para o muro, além dos 3,6 bilhões de dólares que a administração havia pego de projetos de construção das Forças Armadas.

Em um evento de sua campanha à reeleição em 30 de janeiro, o republicano Trump renovou sua promessa, feita na campanha de 2016, de fazer o México pagar pelo muro, que é parte de sua política de imigração para reduzir o número de pessoas que entram nos Estados Unidos.

“Estrangeiros ilegais do México vão pagar pelo muro… por meio de remessas, 100%”, disse Trump.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.