Mundo

Transações de exportação atingem US$ 12,8 bilhões em primeira fase da Feira de Cantão, na China

133ª Feira de Importação e Exportação da China (Feira de Cantão) foi aberta no domingo, 23, em Guangzhou, província de Guangdong

Feira de Cantão: evento na China (VCG / Colaborador/Getty Images)

Feira de Cantão: evento na China (VCG / Colaborador/Getty Images)

China2Brazil
China2Brazil

Agência

Publicado em 24 de abril de 2023 às 18h47.

Última atualização em 24 de abril de 2023 às 19h43.

A segunda fase da 133ª Feira de Importação e Exportação da China (Feira de Cantão) foi aberta no domingo, 23, em Guangzhou, província de Guangdong, com cerca de 12 mil empresas exibindo seus mais recentes produtos.

As transações de exportação durante a primeira fase da feira, que terminou na quarta-feira, 19, atingiram US$ 12,8 bilhões, com mais de 1,26 milhão de visitantes, segundo os organizadores.

Bens de consumo, presentes, móveis e decorações para casa são uma grande parte da exposição de cinco dias, demonstrando a determinação dos exportadores chineses em explorar as vendas no exterior, de acordo com os organizadores da feira.

Desejos do mercado

A Xinhui Rixing Stainless Steel Products Co., fundada em 1998 em Xinhui, província de Guangdong, trouxe uma série de frigideiras antiaderentes de aço inoxidável, panelas de restaurante e pratos quadrados para atender a diferentes desejos do mercado, disse a empresa.

“Convidamos compradores do exterior com antecedência para se reunirem durante a feira, após três anos de exposições online [devido à pandemia global de covid-19], exibindo novos produtos durante negociações pessoais”, disse um gerente de vendas da empresa, sobrenome Liu.

Em resposta às novas tendências do mercado no comércio internacional, a segunda fase da feira estabeleceu uma área de exposição de produtos de maternidade e para bebês pela primeira vez, disseram os organizadores.

Além disso, uma área de exposição de importação foi criada durante a segunda fase, atraindo cerca de 130 empresas de 26 países e regiões para exibir produtos que vão desde presentes e utensílios de cozinha até bens domésticos.


Tradução: Mei Zhen Li
Fonte: Xinhua News

Acompanhe tudo sobre:ChinaEletrodomésticos

Mais de Mundo

Milei denuncia 'corridas cambiais' contra seu governo e acusa FMI de ter 'más intenções'

Tiro de raspão causou ferida de 2 cm em orelha de Trump, diz ex-médico da Casa Branca

Trump diz que 'ama Elon Musk' em 1º comício após atentado

Israel bombardeia cidade do Iêmen após ataque de rebeldes huthis a Tel Aviv

Mais na Exame