Mundo

Tiroteio deixa mortos em Auckland horas antes da abertura da Copa Feminina

País é sede de torneio mundial feminino, que começa nesta quinta-feira, 20

Faixa policial: crime ocorreu em cidade que terá abertura da Copa do Mundo Feminina  (Getty Images/Getty Images)

Faixa policial: crime ocorreu em cidade que terá abertura da Copa do Mundo Feminina (Getty Images/Getty Images)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 19 de julho de 2023 às 19h53.

Última atualização em 19 de julho de 2023 às 20h04.

Nesta quinta-feira, 20, um tiroteio na Nova Zelândia deixou ao menos dois mortos. Auckland, onde o crime ocorreu, é palco da abertura da Copa do Mundo Feminina 2023, que acontece em algumas horas no estádio Eden Park.

Segundo a Reuters, o atirador efetuou os disparos enquanto se deslocava por um canteiro de obras na Quay Street, rua que faz parte do centro econômico da cidade. Ele teria tentado se esconder no poço do elevador do prédio em construção, mas foi atingido por um tiro da polícia e morreu.

O criminoso deixou ao menos duas vítimas e seis feridos.

As ruas em volta do prédio foram fechadas pela polícia local. O Eden Park, estádio onde ocorrerá a cerimônia de abertura, fica a cerca de cinco quilômetros da cena do crime.

A Polícia da Nova Zelândia disse, em nota, que o incidente teria sido um caso isolado. "Também podemos informar que isso não é um risco à segurança nacional", escreveu.

"Esta é uma situação assustadora para os habitantes de Auckland que estão em seu trajeto matinal de quinta-feira para o trabalho. Por favor, fique em casa, evite viajar para o centro da cidade", escreveu o prefeito da cidade, Wayne Brown, em publicação via Twitter.

Acompanhe tudo sobre:MortesTiroteiosCopa do Mundo Feminina

Mais de Mundo

Kremlin afirma que prioridade da Rússia é a guerra, não as eleições americanas

Republicanos pedem renúncia “imediata” de Biden como presidente

Obama defende “um candidato extraordinário” e evita declarar apoio a Kamala Harris

Democratas enfrentam dilema de apoiar Kamala Harris ou permitir convenção aberta

Mais na Exame