Terceiro cardeal mais importante do Vaticano é condenado por abuso sexual

George Pell é o primeiro membro do alto escalão da cúria romana acusado de crimes de pedofilia

Redação Central - O cardeal australiano George Pell, responsável pela Secretaria para a Economia da Santa Sé, foi considerado culpado de abusar sexualmente de dois menores por um tribunal de Melbourne, informaram veículos de imprensa religiosos.

O jornal "National Catholic Reporter" e a revista "America Magazine" informaram em seus portais sobre a condenação, que foi unânime por parte dos 12 membros do júri, e a pena só será revelada em fevereiro.

Pell, de 77 anos, respondia desde agosto a este processo por supostos crimes sexuais contra menores, um caso cujos detalhes não podem ser revelados por ordem judicial.

O que se sabe é que o cardeal se declarou inocente das acusações, mas seus argumentos não convenceram o júri, que deliberou durante três dias.

Um dos dois menores morreu e o outro testemunhou no tribunal via videoconferência, sem que o nome de ambos tenha sido revelado.

O cardeal Pell, considerado o "número três" do Vaticano, é o primeiro membro do alto escalão da cúria romana acusado de crimes de pedofilia.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.