Tailândia proíbe livro sobre a monarquia

Governo do país proibiu venda e distribuição de livro sobre a política tailandesa, que as autoridades consideram difamatório

Bangcoc - O governo da Tailândia proibiu a venda e distribuição de um livro escrito por um jornalista britânico sobre a política do país, que as autoridades consideram "difamatório" para a monarquia.

"O livro coloca em perigo a segurança nacional, a paz e a ordem pública", afirma um comunicado assinado por Somyot Poompanmung, chefe da polícia nacional.

"De acordo com a lei de 2007 sobre as publicações, fica proibido importar o livro para distribuição no país", completa a nota.

A violação da proibição pode resultar em uma pena de três anos de prisão e multa de 60.000 bahts (1.500 euros).

"A Kingdom in Crisis" (Um reino em crise), escrito por Andrew MacGregor Marshall, que foi correspondente na Tailândia, lançado em outubro por uma editora britânica, comenta a crise atual, o tabu da sucessão real e a luta pela democracia.

O jornalista, que não mora mais na Tailândia, reagiu com ironia no Twitter:

"Muito obrigado à polícia tailandesa por proibir meu livro", escreveu, antes de ressaltar que esta é uma "excelente publicidade".

Vários livros sobre a família real, incluindo uma biografia do rei com o título "The king never smiles" (O rei nunca sorri), do jornalista Paul Handley, já foram proibidos no país.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.