Mundo

Suíça se junta à iniciativa europeia de escudo aéreo em resposta a ataques russos na Ucrânia

Em parceria com a Áustria, a Suíça assina intenção de participar do projeto de defesa aérea para fortalecer a segurança contra possíveis ataques

O país é o segundo neutro, depois da Áustria, a assinar sua intenção de se juntar à European Sky Shield Initiative (Michele Tantussi/Getty Images)

O país é o segundo neutro, depois da Áustria, a assinar sua intenção de se juntar à European Sky Shield Initiative (Michele Tantussi/Getty Images)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 4 de julho de 2023 às 16h39.

Última atualização em 4 de julho de 2023 às 16h47.

A Suíça planeja participar de um projeto europeu de defesa aérea iniciado em resposta ao ataque da Rússia na Ucrânia, informaram autoridades nesta terça-feira.

O país é o segundo neutro, depois da Áustria, a assinar sua intenção de se juntar à European Sky Shield Initiative ("ESSI, iniciativa europeia de escudo aéreo", numa tradução livre), lançada na Alemanha no ano passado.

Neutralidade em conflitos militares internacionais

A ministra da Defesa suíça, Viola Amherd, e sua contraparte austríaca vão assinar um memorando em uma reunião marcada para esta sexta-feira, 7, em Berna, na Suíça, com o chefe da Defesa alemão. Os dois países especificaram que sua adesão à ESSI não implica participação em conflitos militares internacionais.

A ESSI foi proposta pelo chanceler alemão Olaf Scholz em agosto do ano passado como forma de agrupar os esforços do continente para se defender contra possíveis ataques aéreos e de mísseis. A iniciativa vai complementar sistemas de defesa estabelecidos pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), da qual a Áustria e a Suíça não fazem parte.

Até agora, 17 países são signatários.

Acompanhe tudo sobre:SuíçaAlemanhaRússiaUcrânia

Mais de Mundo

Programa espacial soviético colecionou pioneirismos e heróis e foi abalado por disputas internas

Há comida nos mercados, mas ninguém tem dinheiro para comprar, diz candidata barrada na Venezuela

Companhias aéreas retomam gradualmente os serviços após apagão cibernético

Radiografia de cachorro está entre indícios de esquema de fraude em pensões na Argentina

Mais na Exame