Submarino desaparecido da Indonésia só deve ter oxigênio até sábado

O submarino KRI Nanggala 402, construído há cerca de 40 anos, mergulhou na quarta-feira pela manhã durante exercícios militares e, desde então, deixou de responder aos sinais
 (Ajeng Dinar Ulfiana/Reuters)
(Ajeng Dinar Ulfiana/Reuters)
R
Reuters

Publicado em 23/04/2021 às 17:09.

Última atualização em 23/04/2021 às 17:26.

Equipes de resgate lutavam contra o tempo nesta sexta-feira para encontrar um submarino desaparecido da Marinha da Indonésia que se perdeu no Mar de Bali com 53 tripulantes que estão ficando sem oxigênio — se já não tiverem sido esmagados pela pressão da água.

  • Quer saber tudo sobre a política internacional? Assine a EXAME e fique por dentro.

Helicópteros de busca e mais navios partiram de Bali e de uma base de Java rumo a uma área onde se perdeu contato com o KRI Nanggala-402, de 44 anos de uso, na quarta-feira, quando ele se preparava para realizar um exercício de torpedos com o chefe da frota indonésia de submarinos a bordo.

Se o submarino ainda estiver intacto, autoridades disseram que seu ar só durará até aproximadamente o amanhecer de sábado.

"Até agora não o encontramos... Mas com o equipamento disponível deveríamos conseguir encontrar a localização", disse Achmad Riad, porta-voz dos militares da Indonésia, em uma coletiva de imprensa.

Um piloto da Força Aérea da Indonésia disse que 6 toneladas de equipamentos foram levados por ar a uma base para ajudar na busca, inclusive balões submarinos que ajudam a erguer embarcações.

A Marinha da Indonésia disse estar investigando se o submarino perdeu energia durante uma submersão e se não conseguiu realizar procedimentos de emergência ao mergulhar a uma profundidade de 600-700 metros, bem abaixo de seus limites de sobrevivência.

Ainda nesta sexta-feira, o Pentágono disse que o secretário de Defesa americano, Lloyd Austin, conversou com seu equivalente indonésio e ofereceu ajuda adicional, que poderia incluir dispositivos de busca submarina.