Sanções precisam ser retiradas, diz premiê russo

Dmitry Medvedev disse que as sanções contra o seu país precisam ser abandonadas para que se superem os problemas nas relações com o Ocidente

Moscou - O primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, disse nesta quinta-feira que as sanções contra o seu país precisam ser abandonadas para que se superem os problemas nas relações com o Ocidente, após ter se reunido com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em meio a um encontro de líderes na Ásia, segundo a agência de notícias Interfax.

É necessário que "se abandonem as sanções, leve-se as relações à uma ordem de trabalho normal, retorne-se a conversas normais, calmas e produtivas", disse Medvedev em Mianmar, onde participa de uma reunião de cúpula com líderes asiáticos, de acordo com a Interfax.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.