Mundo

Salão do Automóvel de Tóquio une sustentabilidade e tecnologia

Na feira, a Toyota aproveita para apresentar em nível mundial o compacto 86, o híbrido Aqua e o veículo-conceito Fun-Vii

O Fun Vehicle interactive internet, da Toyota, é um carro equipado com um sistema de conectividade com o telefone celular semelhante ao de uma rede social (Divulgação)

O Fun Vehicle interactive internet, da Toyota, é um carro equipado com um sistema de conectividade com o telefone celular semelhante ao de uma rede social (Divulgação)

DR

Da Redação

Publicado em 30 de novembro de 2011 às 13h55.

Tóquio - A 42ª edição do Salão do Automóvel de Tóquio começou nesta quarta-feira com uma clara aposta nos veículos elétricos, híbridos e de consumo ecologicamente sustentável, que aproveitam as novas tecnologias para potencializar a sincronização com smartphones.

'A mobilidade pode mudar o mundo' é o slogan do evento deste ano, conhecido também como Tokyo Motor Show, que apresenta as novidades do setor com cerca de 50 veículos inéditos.

Nos mais de 35 mil metros quadrados de salão, há 176 expositores de 12 países, o que representa 36% a mais que na edição anterior, realizada em 2009.

Entre as novidades da feira está o chamado Smart Mobility City 2011, um projeto com o qual 26 empresas e organizações mostram sua ideia de como será a mobilidade nas cidades do futuro através de demonstrações e conferências.

A Toyota, maior fabricante mundial de automóveis, aproveita a feira de Tóquio para apresentar em nível mundial o compacto 86, o híbrido Aqua e o veículo-conceito Fun-Vii (Fun Vehicle interactive internet), equipado com um sistema de conectividade com o telefone celular semelhante ao de uma rede social.

Os carros elétricos também se destacam no evento, com protótipos como o Pivo 3 de Nissan, que se sincroniza e pode ser recarregado através do smarphone.

Os miniveículos urbanos de design futurista são parte importante do Salão, com propostas como o Q-concept da Suzuki e o Pico EV da Daihatsu, meio-termo entre compactos e motocicletas.

A feira apresentará as últimas novidades em tecnologia e sustentabilidade como resposta do setor japonês às restrições energéticas após o início da crise nuclear na usina atômica de Fukushima Daiichi, causada pelo terremoto seguido de tsunami de 11 de março.

Participam da Tokyo Motor Show 14 montadoras japonesas representadas por 15 marcas e 20 estrangeiras por 24 marcas.

Acompanhe tudo sobre:ÁsiaAutoindústriaCarrosCarros elétricosEmpresasEmpresas japonesasJapãoMetrópoles globaisMontadorasPaíses ricosSalões de automóveisTokyo Motor ShowTóquioToyotaVeículos

Mais de Mundo

Legisladores democratas aumentam pressão para que Biden desista da reeleição

Entenda como seria o processo para substituir Joe Biden como candidato democrata

Chefe de campanha admite que Biden perdeu apoio, mas que continuará na disputa eleitoral

Biden anuncia que retomará seus eventos de campanha na próxima semana

Mais na Exame