Rússia denuncia violação de "etiqueta diplomática" por divulgação de conversa Putin-Macron

Serguei Lavrov criticou nesta a divulgação por um canal de televisão francês de uma conversa entre os presidentes de seu país
Rússia: a etiqueta diplomática não prevê vazamentos unilaterais de (tais) gravações", disse Lavrov durante uma viagem ao Vietnã. (AFP/AFP)
Rússia: a etiqueta diplomática não prevê vazamentos unilaterais de (tais) gravações", disse Lavrov durante uma viagem ao Vietnã. (AFP/AFP)
A
AFPPublicado em 06/07/2022 às 08:07.

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, criticou nesta quarta-feira a divulgação por um canal de televisão francês de uma conversa entre os presidentes de seu país, Vladimir Putin, e francês Emmanuel Macron quatro dias antes do início da ofensiva de Moscou na Ucrânia.

""A etiqueta diplomática não prevê vazamentos unilaterais de (tais) gravações", disse Lavrov durante uma viagem ao Vietnã.

Leia também: Forças russas mantêm ofensiva no leste da Ucrânia com bombardeios "maciços"

A conversa telefônica tensa, de nove minutos, entre Macron e Putin foi divulgada em um documentário do canal France 2 que retrata a mediação do conflito por parte do presidente francês.

Lavrov disse que a Rússia não tem nada do que se envergonhar pelo conteúdo da conversa entre os dois líderes.

"Nós, em princípio, lideramos negociações de tal forma que nunca temos nada do que nos envergonhar. Nós sempre falamos o que pensamos, estamos preparados para responder por nossas palavras e explicar nossa posição", disse.

Veja também:

Dois ministros britânicos renunciam em protesto contra Boris Johnson

Temor de recessão derruba bolsas europeias, petróleo e euro; Wall Street resiste