Rússia acusa oposição extremista síria de bloquear o diálogo

Segundo chanceler russo, os extremistas conseguiram dominar a oposição do país e apostam em uma solução militar

Moscou - O governo da Rússia afirmou nesta terça-feira que os extremistas dominam a oposição síria e bloqueiam qualquer iniciativa de diálogo no país.

"Os extremistas conseguiram impor-se nas fileiras da oposição. Apostam em uma solução militar e bloqueiam qualquer iniciativa de diálogo", declarou o ministro das Relações Exteriores russo, Serguei Lavrov.

"Há alguns dias nos pareciam que estavam reunidas as condições para que as partes se sentassem à mesa de negociações e começassem a discutir sobre o futuro do país", disse o chanceler.

A situação na Síria deve ser abordada nesta terça-feira em uma reunião de Lavrov com o secretário de Estado americano, John Kerry, em Berlim.

O regime do presidente sírio Bashar al-Assad afirmou na segunda-feira, pela primeira vez, que estava disposto a dialogar com os rebeldes armados para acabar com o conflito, mas estes últimos se negam a negociar enquanto o chefe de Estado não renunciar e o exército abandonar as cidades.

A Rússia, ao lado da China, vetou todos os projetos de resolução do Conselho de Segurança da ONU de condenação ao regime de Assad.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também