Réus pegam 467 anos de prisão por abuso sexual infantil no México

Os réus eram funcionários de um jardim de infância vinculado a Secretaria de Educação Pública do México

México - Seis funcionários de um jardim de infância vinculada a Secretaria de Educação Pública do México foram condenados nesta sexta-feira a penas de entre 36 e 467 anos de prisão, em um caso de abusos sexuais a 25 menores de idade, segundo informações da procuradoria.

De acordo com um comunicado da Procuradoria Geral, o juiz do 7º Distrito de Processos Penais Federais da Cidade do México condenou o zelador do jardim, identificado como Saúl "N", a 467 anos e 3 meses de prisão e a pagar uma multa de 1,2 milhões de pesos (cerca de US$ 57 mil) pelos crimes de estupro, pedofilia e corrupção de menores.

A condenação da diretora do estabelecimento de ensino, María da Luz "N", foi de 88 anos, 7 meses e 7 dias, por "estupro, pedofilia e encobrimento por favorecimento".

O auxiliar da direção do jardim de infância, identificado como José "N", recebeu uma sentença de 81 anos e 9 meses de prisão; e a assistente de serviço e manutenção, Martha Leticia "N", 36 anos e 9 meses de prisão.

Os outros dois réus, que prestavam serviço social no local, foram condenados a 68 anos e 9 meses de prisão.

Além de prisão, os seis condenados foram multados em valores que variam entre US$ 6 mil e US$ 57 mil.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.