Regime sírio afirma ter matado 50 rebeldes em Damasco

Regime sírio afirmou que o exército matou nos últimos dias mais de 50 terroristas, como as autoridades chamam os opositores

Beirute - O regime sírio afirmou nesta sexta-feira que o exército matou nos últimos dias mais de 50 "terroristas", como as autoridades chamam os opositores, que tentaram atacar um mosteiro na cidade de Sednaya, ao norte de Damasco.

A agência de notícias oficial "Sana" afirmou que os supostos terroristas tentaram assaltar o Mosteiro dos Querubins, mas as forças armadas impediram.

Ao todo, 20 insurgentes morreram em uma emboscada dos soldados no caminho que leva ao local.

Após o ataque frustrado, os agressores lançaram dezenas de bombas dos arredores, que caíram dentro do mosteiro e só causaram danos materiais, segundo a agência.

O edifício fica sobre uma montanha da qual se veem os povos e cidades da região de Al Qalamun, ao norte da capital, onde o regime lançou uma ofensiva em novembro, que segue em ação, para expulsar os insurgentes.

Templo do catolicismo ortodoxo grego, o mosteiro foi construído no século VI e no passado foi um centro de peregrinação cristã.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.