Rebeldes sírios anunciam captura do chefe da Segurança

Segundo os insurgentes, a autoridade foi capturada em Al Raqa, onde os insurgentes e as forças do regime lutam

Cairo - Os rebeldes sírios anunciaram nesta quarta-feira que capturaram o chefe da Segurança do Estado na cidade de Al Raqa, no norte do país, onde os insurgentes e as forças do regime lutam pelo controle da região.

A opositora Frente Islâmica Síria informou por meio de um comunicado que seus combatentes capturaram nas últimas horas o chefe da Segurança de Estado, sem dar mais detalhes.

Além disso, várias pessoas morreram nesta cidade após explosões. O Observatório Sírio de Direitos Humanos afirmou que dezenas de pessoas perderam a vida ou ficaram feridas por bombardeios aéreos nas proximidades das sedes dos corpos de segurança em Al Raqa, enquanto os Comitês de Coordenação Local asseguraram que nove pessoas morreram pela explosão de um carro-bomba próximo da mesquita de Al Sharaksa.

Ontem, os rebeldes capturaram o prefeito de Al Raqa, Hassan Yalili, e o secretário-geral do partido governante Baath nesta cidade, Suleiman al Sulaiman. Na segunda-feira, os rebeldes assumiram o controle de grande parte da localidade após duros combates.

Além disso, forças do regime intensificaram hoje sua ofensiva contra a cidade de Homs, segundo a oposição. O Observatório assegurou que helicópteros do regime bombardearam os bairros de Al Qarabis e de Yurat al Shayah, enquanto ocorreram violentos choques entre os soldados governamentais e os rebeldes nos distritos de Al Jalidiya e Homs al Qadima.

As informações não puderam ser verificadas de forma independente devido às restrições impostas pelo regime ao trabalho dos jornalistas.

O ministro sírio de Informação, Omran al Zubi, disse hoje que "os atentados e os crimes dos terroristas da Frente al Nusra, vinculada à Al Qaeda, são resultado de suas derrotas para o Exército sírio em Aleppo e Damasco".

O ministro disse em uma conferência em Damasco que a presença desse grupo armado em algumas zonas de Al Raqa é temporária e não causa preocupação, informou a agência de notícias oficial "Sana".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.