Real Madrid publica dados de 50 jogadores

Alvo de uma investigação da Fifa sobre contratações de menores de idade, o Real resolveu apostar na transparência e publicou dados referentes a 50 jogadores
Jogadores do Real Madrid comemoram conquista do Mundial de Clubes (Javier Soriano/AFP)
Jogadores do Real Madrid comemoram conquista do Mundial de Clubes (Javier Soriano/AFP)
D
Da RedaçãoPublicado em 27/01/2015 às 16:43.

Madri - Alvo de uma investigação da Fifa sobre contratações de jogadores menores de idade, o Real Madrid revolveu apostar na transparência ao publicar nesta terça-feira dados referentes a cerca de cinquenta jogadores.

Na segunda-feira, a entidade que rege o futebol mundial confirmou à AFP que pediu documentação e informações sobre todos os estrangeiros menores de 18 anos do clube espanhol, mas ressaltou que não tinha aberto expediente disciplinar sobre o caso.

Esta investigação acontece poucos meses depois do grande rival dos 'Merengues', o Barcelona, ter sido proibido de contratar por um ano por causa de irregularidades no cumprimento de regras de proteção aos menores que integram suas categorias de base.

"O Real Madrid respondeu com diligência, ao fornecer todos os dados pedidos pela Comissão no prazo estabelecido, com documentação detalhada", afirmou o clube no seu site.

O Real garantiu "seguir à risca as lei que dizem respeito a inscrição de jogadores, em todos os casos".

A Fifa proíbe aos clubes a contratação de menores estrangeiros (a idade mínima cai de 18 para 16 anos para europeus), salvo algumas exceções. O Barça foi punido por ter descumprido essas regras várias vezes de 2009 a 2013.

Alguns dos jogadores cujos dados foram divulgados pelo Real são menores de idade, mas não se enquadram na regra, por terem passado por outros clubes espanhóis antes de integrar o elenco 'Merengue', tornando a transição nacional, e não internacional.

Existe também uma exceção à respeito dos filhos do ex-craque francês Zinedine Zidane, técnico atual do time B, Enzo (19 anos), Luca (16 anos), Theo (12 anos) e Elyaz (9 anos), todos integrantes das categorias de base.

De acordo com o jornal espanhol AS, o outro grande clube da capital, o Atlético de Madri, também chegou a ser investigado pela Fifa.