Rajoy quer levar Espanha ao Conselho de Segurança da ONU

A entrada nesse órgão das Nações Unidas é um dos eixos do discurso que Rajoy vai pronunciar na Assembleia da ONU, anteciparam fontes do Executivo

Nova York – O presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy, apelou ao “firme compromisso” da Espanha com a ONU para que o país passe a fazer parte do Conselho de Segurança da organização como membro não-permanente no biênio 2015-2016.

A entrada nesse órgão das Nações Unidas é um dos eixos do discurso que Rajoy vai pronunciar na Assembleia da ONU, anteciparam fontes do Executivo.

O presidente do Governo garante nesse discurso que outorga um protagonismo fundamental às Nações Unidas, e que a Espanha é um país comprometido com a comunidade internacional.

Fruto dessa atitude é a aspiração de fazer parte do Conselho de Segurança da ONU no biênio 2015-2016 para trabalhar com um “espírito aberto, construtivo e comprometido com a paz e a segurança internacionais, com a promoção e defesa dos direitos humanos e com a busca de um desenvolvimento sustentável para todos”,

Para Rajoy, a Espanha pode continuar desempenhando, no Conselho de Segurança da ONU, um papel ativo na busca de soluções conjuntas aos problemas comuns.

Ele vai garantir que a Espanha permanecerá contribuindo, “dentro de suas possibilidades”, às operações de manutenção da paz, tanto mediante a contribuição de tropas como através da Base das Nações Unidas para apoio às operações de campo, situada na cidade valenciana de Quart de Poblet.

“Nosso compromisso com as Nações Unidas continuará firme, participaremos ativamente daquelas iniciativas que apoiamos nos últimos anos, por crer que são chave para conseguir o futuro que desejamos”, ressaltará Rajoy. 

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.