Mundo

Rainha da Inglaterra produzirá seu próprio champanhe

Produção deverá ser feita dentro do castelo de Windsor pela empresa Laithwaites Wine

O castelo de Windsor, onde será produzido o champanhe da rainha (Ian Gavan/AFP)

O castelo de Windsor, onde será produzido o champanhe da rainha (Ian Gavan/AFP)

DR

Da Redação

Publicado em 5 de maio de 2011 às 19h32.

Londres - A rainha Elizabeth II da Inglaterra ordenou a plantação de um vinhedo na propriedade do castelo de Windsor, perto de Londres, para produzir seu próprio espumante, informou nesta quinta-feira o vinicultor encarregado do projeto.

Mais de 16.000 mudas serão plantadas na semana que vem na residência real, situada a uma hora de Londres, segundo a empresa Laithwaites Wine, que se declarou "imensamente orgulhosa" com a missão.

"Como defensores do vinho inglês, estamos encantados por fazer o possível para ajudar a desenvolver sua produção e sua popularidade neste país", declarou Simon McMurtrie, diretor geral da Direct Wines, site de venda de bebidas pertencente à Laithwaites.

Ele explicou, entretanto, que o projeto está ainda em "etapa de implantação".

O vinhedo terá uvas chardonnay, pinot noir e pinot meunier, que são as três variedades tradicionalmente utilizadas na fabricação de champagne, segundo o jornal Daily Telegraph. Geralmente, são necessários três anos para que um vinhedo consiga produzir sua primeira garrafa de espumante.

A popularidade dos vinhos ingleses tem aumentado, em particular os brancos e espumantes elaborados pelo método "champenois". A produção no ano passado chegou a quatro milhões de garrafas, um recorde histórico.

A indústria espera acelerar seu desenvolvimento com a ajuda do aquecimento global e das semelhanças geológicas entre o sul da Inglaterra e a região setentrional francesa de Champagne.

Acompanhe tudo sobre:bebidas-alcoolicasCelebridadescomida-e-bebidaEuropaFamília real britânicaPaíses ricosReino UnidoVinhos

Mais de Mundo

Biden se pronuncia sobre tiroteio no comício de Trump: "Estou grato em saber que ele está bem"

'Atentado contra Trump deve ser repudiado', diz Lula sobre tiros durante comício

Ataque a Trump: Cidade que receberá convenção republicana está 'sitiada', com segurança reforçada

Suspeito de atirar em Trump durante comício foi morto, diz procurador

Mais na Exame