Quatro detidos por saltar de paraquedas do One WTC de NY

Quatro pessoas foram detidas e processadas por saltar de paraquedas sem autorização do topo do One World Trade Center de Nova York
O One WTC, na paisagem de Nova York: incidentes ocorreram na madrugada do dia 30 de setembro (Timothy A. Clary/AFP)
O One WTC, na paisagem de Nova York: incidentes ocorreram na madrugada do dia 30 de setembro (Timothy A. Clary/AFP)
Por Da RedaçãoPublicado em 25/03/2014 14:53 | Última atualização em 25/03/2014 14:53Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Nova York - Quatro pessoas foram detidas e processadas por saltar de paraquedas sem autorização do topo do One World Trade Center de Nova York, a mais alta das novas torres em construção no local dos atentados de 2001, indicaram autoridades nesta terça-feira.

Um vídeo impressionante do salto dos paraquedistas estava disponível na internet em https://www.youtube.com/watch?v=nz7sxt9xeJE e tinha mais de 410.000 visitas até a manhã desta terça-feira.

Os incidentes ocorreram na madrugada do dia 30 de setembro, quando três homens saltaram do 104º andar do edifício mais alto dos Estados Unidos, com 541,30 metros, enquanto uma quarta pessoa filmava seus movimentos.

Após uma investigação de cinco meses e meio, os indivíduos, identificados como Andrew Rossig (33 anos), Marco Markovich (27), James Brady (32) e Kyle Hartwell (29) foram presos na segunda-feira, declarou a polícia em um comunicado.

Depois de serem apresentados a um tribunal de Nova York acusados de três crimes - entre eles roubo -, foram libertados durante a noite sob uma fiança de 3.500 dólares.

Brady trabalhava na construção do One WTC no momento do ocorrido, segundo a mesma fonte.

A polícia recorreu a filmagens de vídeo da área ao redor do WTC, assim como "a outra evidência eletrônica e fotográfica" e a mais provas recolhidas em operações, provavelmente nas casas dos acusados.

"Estes homens violaram a lei e colocaram suas vidas, e a de outros, em prigo. Estas detenções devem enviar uma mensagem a qualquer pessoa que pense em utilizar de maneira incorreta um local emblemático. Serão perseguidas e enfrentarão sérias acusações", declarou o delegado de polícia, William Bratton.

A torre One WTC já havia sido notícia na semana passada, depois que um adolescente foi detido após subir ao seu topo, enganando a segurança.

Confira: 

//www.youtube.com/embed/nz7sxt9xeJE