Mundo

Quais são os países mais felizes do mundo em 2023? Veja lista

Apesar da queda deste ano representar uma perda de 11 posições, o Brasil segue à frente da Argentina

Países felizes: veja a lista da ONU (anyaberkut/Getty Images)

Países felizes: veja a lista da ONU (anyaberkut/Getty Images)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 21 de março de 2023 às 19h48.

A Organização das Nações Unidas (ONU) divulgou nesta segunda-feira, 20, o Relatório Mundial de Felicidade 2023. O levantamento apontou a Finlândia em primeiro lugar no ranking dos países mais felizes do mundo. Brasil caiu 11 posições este ano, saindo do 38º para o 49º lugar.

O relatório analisa seis indicadores principais: apoio social, renda, saúde, senso de liberdade, generosidade e ausência de corrupção conforme desempenho no último triênio, portanto, de 2020 a 2022.

A felicidade da Finlândia

A Finlândia ocupa pela sexta vez consecutiva o primeiro lugar no levantamento, que já está em sua décima primeira edição. O top 5 é composto também por Dinamarca (2º), Islândia (3º), Israel (4º) e Holanda (5º). Com esses resultados, a Europa se destaca com quatro países considerados os mais felizes do mundo.

Enquanto a Finlândia lidera o ranking, as últimas duas posições foram ocupadas pelo Líbano (136º) e Afeganistão (137º), que está no último lugar do levantamento pelo terceiro ano seguido. O repetitivo resultado indica um país devastado com o agravamento da crise humanitária desde que o Taleban retornou ao poder em 2021 e retirou as tropas lideradas pelos Estados Unidos.

Costa Rica é a mais feliz da América Latina

Na 23º posição, a Costa Rica lidera o ranking dos países mais felizes da América Latina. Segundo o relatório da ONU, os países latino-americanos "têm avaliações médias de vida significativamente mais altas (em torno de 0,5 na escala de 0 a 10) do que o previsto pelo modelo", em razão de uma série de fatores como características únicas da família e vida social.

Em contrapartida, os países da Ásia Oriental têm avaliações médias de vida abaixo das previsões, em função das "diferenças culturais na maneira como as pessoas pensam e relatam a qualidade de suas vidas".

Brasil no ranking

Na primeira edição do ranking, lançada em 2012, o País ocupava o 25º lugar. Nos anos seguintes, foi avançando até alcançar o 17º posto, em 2016. De lá para cá, no entanto, a felicidade do brasileiro caiu gradativamente. A partir de 2017, o Brasil ocupou as posições 22º, 28º em 2018, 32º em 2019 e 2020, 41º em 2021 e 38º em 2022.

Apesar da queda deste ano representar uma perda de 11 posições, o Brasil segue à frente da Argentina (52º). Entre os países da América do Sul mais felizes que o Brasil, o País fica atrás do Uruguai (28º) e Chile (35º).

Acompanhe tudo sobre:FinlândiaHolandaArgentinaCosta RicaLíbanoONU

Mais de Mundo

Peru declara 4 distritos em emergência após danos causados ​​por terremoto de 7 graus

Governo da Pensilvânia identifica homem que morreu no comício de Trump, diz jornal

Após atentado, Trump comparecerá à convenção republicana com segurança reforçada

Fuzil usado contra Trump foi a arma mais utilizada em chacinas nos EUA na última década

Mais na Exame