Putin diz que Rússia continua sua retirada militar da Síria

O presidente russo afirmou que nos últimos dias foram retirados 13 aviões, 14 helicópteros e um total de 1.140 homens da Síria

Moscou - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou nesta quinta-feira que a Rússia continua a retirada de suas forças enviadas na Síria, em uma recepção no Kremlin em homenagem aos oficiais recém graduados nas academias militares do país.

"Como sabem, começamos a retirar nossas unidades já durante a minha visita à base de Hmaimim (Latakia, Síria). A retirada continua", disse o presidente russo, citado pela imprensa local.

Putin disse que "só nos últimos dias foram retirados 13 aviões, 14 helicópteros e um total de 1.140 homens".

"Todos eles são gente experientes em ações de combate e vocês, seus companheiros, terão que aproveitar plenamente essa experiência na instrução de combate dos soldados", disse Putin.

Em setembro de 2015, a Rússia deslocou um grupamento aéreo na base de Hmaimim para apoiar o Exército da Síria na sua luta contra os fundamentalistas islâmicos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.