A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Projeto da ONU exige transferência do poder na Síria

Segundo a resolução que deve ser discutida nesta terça-feira, Bashar al-Assad deve transferir seu poder para o vice-presidente

O projeto de resolução da ONU sobre a Síria, ao qual a AFP teve acesso nesta terça-feira, exige o fim imediato da violência do regime contra os manifestantes e pede que o presidente Bashar al-Assad transfira o poder ao seu vice-presidente.

No texto, a organização afirma que não haverá uma intervenção das Nações Unidas no conflito, que já deixou mais de 5.400 mortos nos últimos 10 meses.

"O governo sírio deve pôr fim imediatamente a todas as violações dos direitos Humanos e aos ataques contra os que exercem seus direitos de liberdade de expressão, manifestação pacífica e associação", segundo o texto.

Assad deve delegar sua "plena autoridade ao seu vice-presidente" para a formação de um governo de união, que deve realizar "eleições transparentes e livres sob a supervisão árabe e internacional", acrescentou o projeto.

O Conselho de Segurança da ONU deverá se reunir às 20H00 GMT (18H00 de Brasília) para examinar o projeto de resolução, que retoma as principais ideias do plano de saída da crise síria anunciado na semana passada pela Liga Árabe e que conta com o respaldo de Estados Unidos, França, Reino Unido e de vários países árabes.

A Rússia, tradicional aliada da Síria, reiterou nesta terça-feira sua oposição ao texto, considerado "inaceitável".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também