Primeiras 300.000 doses da vacina russa chegam à Argentina

A Argentina autorizou nesta quarta-feira, em caráter emergencial, a vacina de origem russa Sputnik V contra o coronavírus

As primeiras 300 mil doses da vacina russa Sputnik V contra o coronavírus chegaram na manhã de quinta-feira à Argentina, que aprovou na véspera seu uso "em caráter de emergência".

Em um voo especial da Aerolíneas Argentinas proveniente de Moscou, as vacinas chegaram ao aeroporto internacional de Ezeiza, perto de Buenos Aires, segundo testemunhas da Reuters e imagens da televisão.

As autoridades esperam aplicar as primeiras doses nos próximos dias na Argentina, que contabiliza 1.563.865 casos de coronavírus, com 42.314 mortes.

O regulador da Argentina foi na quarta-feira o segundo no mundo a aprovar a vacina Sputnik V, depois da Bielorrúsia.

A Argentina aprovou nesta semana também a vacina produzida pela Pfizer.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também