Presidentes de Rússia e da Ucrânia discutem cessar-fogo

O presidente russo, Vladimir Putin, e seu homólogo ucraniano Petro Poroshenko discutiram um possível cessar-fogo, depois da morte de dois jornalistas russos no leste da Ucrânia, anunciou o Kremlin na noite desta terça-feira.

“Eles conversaram sobre um possível cessar-fogo na zona onde está sendo realizada uma operação militar no sudeste da Ucrânia”, indicou o Kremlin ao fim do encontro.

Putin manifestou sua preocupação com a morte dos jornalistas da televisão russa.

De acordo com Moscou, o presidente russo ressaltou a importância de se garantir a segurança dos profissionais da imprensa na Ucrânia, enquanto Poroshenko prometeu uma investigação sobre as circunstâncias da morte dos dois russos.

Mais cedo nesta terça, Igor Korneliuk, um jornalista da rede de televisão pública russa VGTRK, foi morto perto de Lugansk (leste da Ucrânia) atingido por um morteiro disparado pelas forças ucranianas.

A VGTRK já havia confirmado a morte de Anton Voloshin, um outro jornalista da rede que estava desaparecido e teve o corpo encontrado por rebeldes ucranianos em uma área de operação militar.

Os corpos dos dois jornalistas serão repatriados na quarta-feira.

De acordo com a organização Repórteres Sem Fronteiras, essas mortes elevam para cinco o número de jornalistas mortos desde o início do ano na Ucrânia.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.