Nicolás Maduro chama vice dos EUA de "víbora venenosa"

"Toda vez que a víbora venenosa Mike Pence abre a boca, eu me sinto mais forte", disse o líder socialista em discurso

Caracas - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, chamou o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, de "víbora" e se comprometeu a frustrar o que descreveu como as tentativas de Washington de derrubar seu governo.

Pence, que chegou ao Equador na quarta-feira como parte de uma viagem oficial pela América do Sul iniciada pelo Brasil, está tentando aumentar a pressão regional sobre a Venezuela após a reeleição de Maduro em maio, em uma eleição que os Estados Unidos consideraram irregular.

"Toda vez que a víbora venenosa Mike Pence abre a boca, eu me sinto mais forte", disse o líder socialista em discurso televisionado. "Nós vamos derrotá-lo onde quer que você esteja".

Maduro insiste que os Estados Unidos estão tentando derrubar seu governo para se apoderarem da riqueza mineral e do petróleo do país, e acusa Washington de liderar uma "guerra econômica" contra a Venezuela.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tem imposto sanções econômicas contra Maduro e membros de seu gabinete por acusações de que estão comprometendo a democracia e violando direitos humanos no país.

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.