Premiê italiano aposta em rebeldes do partido de Berlusconi

Enrico Letta está contando com parlamentares para manter um governo estável e se dedicar nos problemas econômicos do país

Roma - Depois de sobreviver a uma crise política, o primeiro-ministro italiano, Enrico Letta, tem de se voltar rapidamente para os problemas econômicos da Itália, mas muito vai depender do destino do homem que tentou derrubá-lo: Silvio Berlusconi.

Se a divisão no partido de Berlusconi, o Povo da Liberdade (PDL), se tornar permanente depois da fracassada tentativa desta semana de destituir Letta, a centro-direita poderá tornar-se menos belicosa em sua exigência de cortes de impostos, a qual provocou um racha na coalizão e agravou o estado das finanças públicas.

Um primeiro sinal pode surgir na sexta-feira, quando um painel multipartidário do Senado deve recomendar a retirada da cadeira parlamentar de Berlusconi, magnata da mídia italiana, pelo fato de ele ter sido condenado em agosto por fraude tributária.

Os partidários de Letta esperam que isto leve o campo da centro-direita a desempenhar um papel mais cooperativo na turbulenta coalizão formada por direita e esquerda.

"Será um teste para que a direita prove que modificou verdadeiramente sua posição em relação ao governo e à Itália ou se uma vez mais a real questão para eles é a situação legal de Berlusconi", disse o deputado de centro-esquerda Dario Nardella.

Na semana que vem, o ministro da Economia, Fabrizio Saccomanni, vai apresentar medidas de emergência que tinham sido adiadas para tentar controlar um excessivo déficit orçamentário.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.