Premiê chinês acha prematuro falar de recuperação econômica

Para Wen Jiabao, ainda há incertezas em relação à saúde fiscal da Europa e ao alto desemprego nos Estados Unidos
Em vista ao Japão, premiê da China, Wen Jiabao, alertou sobre a possibilidade de que aconteça uma recaída na crise econômica mundial. (.)
Em vista ao Japão, premiê da China, Wen Jiabao, alertou sobre a possibilidade de que aconteça uma recaída na crise econômica mundial. (.)
D
Da RedaçãoPublicado em 31/05/2010 às 07:43.

Tóquio - O primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, disse hoje que ainda é "prematuro" falar de recuperação econômica pois ainda existem incertezas em relação à saúde fiscal da Europa e ao alto desemprego nos Estados Unidos, informou a agência japonesa "Kyodo".

Wen alertou em Tóquio, durante uma reunião com a principal patronal de empresários do Japão, a Keidanren, sobre a possibilidade de que aconteça uma recaída na crise econômica mundial e acrescentou que a "China estará atenta a esses riscos e os manejará de maneira razoável".

O primeiro-ministro chinês disse, no entanto, que seu país está se recuperando da crise graças às medidas de estímulo, embora tenha apontado que existam riscos como conter a inflação e prevenir bolhas imobiliárias.

"Nós nos mantemos firmes na consecução de nosso desenvolvimento de uma maneira pacífica. Não representaremos uma ameaça para nenhum país", afirmou Wen perante mais de uma centena de pessoas que participaram do almoço oferecido pela Keidanren.

Para Wen, o desenvolvimento da China será também benéfico para o Japão e defendeu enfocar o desenvolvimento chinês rumo a uma economia baseada mais na demanda interna do que na externa.

Leia outras notícias sobre desenvolvimento econômico ou sobre a China