Premiê belga considera ataques "cegos, violentos e covardes"

"Temíamos um atentado terrorista e aconteceu", afirmou Michel em uma entrevista coletiva

O primeiro-ministro belga, Charles Michel, condenou nesta terça-feira os "atentados cegos, violentos e covardes" que aconteceram em Bruxelas, no aeroporto internacional e em uma estação de metrô do distrito europeu da capital.

"Temíamos um atentado terrorista e aconteceu", afirmou Michel em uma entrevista coletiva, na qual pediu à população "tranquilidade e solidariedade".

Os atentados deixaram "muitos mortos, muitos feridos graves", completou, sem anunciar um balanço preciso.

Ao menos 21 pessoas morreram, segundo o corpo de bombeiros.

"É um momento trágico, um momento negro para o reino", afirmou o chefe de Governo.

Ao menos três explosões abalaram nesta terça-feira a capital belga. Duas aconteceram no hall de embarque do aeroporto internacional de Bruxelas.

Uma delas teria sido provocada por um "homem-bomba"", informou o procurador-geral federal da Bélgica, Frederic Van Leeuw.

Outra explosão aconteceu no metrô de Bruxelas, na estação Maalbeek, no distrito europeu.

As explosões desta terça-feira acontecem após a detenção na sexta-feira em Bruxelas de Saleh Abdeslam, principal suspeito dos ataques terroristas de Paris em novembro, após quatro meses de uma operação de busca e captura.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.